"QueerCore for StraightCore"

Category:

Reações: 

Em tempos de liberdade de expressão, onde a mídia mostra o que deseja mostrar, onde os jornalistas protestam e onde a censura já não é tão forte quanto na época da ditadura, vemos tantos movimentos surgirem quanto pessoas podem criá-los.

A música como instrumento de protesto, tanto quanto de prazer não poderia ficar de fora. Desconhecido por muitos, o Queercore é um movimento com poucos expoentes de sucesso como Marilyn Manson, que por razões de mercado caiu fora desse. Outros mais obscuros vestem a camisa e batem no peito.

O QueerCore, também chamado Homocore, é um movimento cultural e social aparecido dentro do punk em meados dos anos 1980. O movimento reúne uma forma peculiar de punk que recusa as regras heteronormativas e a cultura gay “estabelecida” e que, ante a evidente homofobia dentro do movimento com o que se identifica, cria seu próprio espaço de activismo e criação. O Homocore expressa-se essencialmente na música, ainda que também se expressa em fanzines, cinema e outras formas de arte. A banda musical mais famosa é Pansy Division, e Bruce LaBruce vem a ser seu embaixador no mundo do cinema.

                                                       Click na foto para baixar esse álbum ou aqui para mais

http://rapidshare.com/files/389249667/Pansy_Division_-_1996_-_Wish_I_d_Taken_Pictures.rar 
Considerado mais que apenas um movimento musical, o Queercore é considerado um movimento social e cultural que teve início em meados da década de 80 e mesmo sendo um movimento gay, preferiu (ou foi obrigado) a ficar afastado das rodas gays e lésbicas da época.
A coisa pegou mesmo quando depois das primeiras edições do J.D.s. Os editores escreveram um manifesto entitulado “Não seja gay”, mesmo nome de um artigo originalmente lançado em outro fanzine da época, Maximum RocknRoll. O artigo foi lançado pelo Maximum em Fevereiro de 1989 e atacava tanto a cultura punk quanto a cultura gay.
O J.D.s respondeu com esse manifesto e logo em seguida lançou um fita com os nomes mais expoentes do Queercore, como as bandas canadenses Fifth Column e Nikki Parasite, a americana Bomb, as inglesas The Apostles, Academy 23 e No Brain Cells além da Gorse, da Nova Zelândia. Nessa época muitas bandas da cena estavam levando o título de Queercore, muito mais pelo seu suporte ao movimento, e não necessariamente bandas de gays. Depois Los Crudos e Go! vieram a engrossar a lista, mas desta vez tendo algum membro queer ou gay assumido.
Pra você que ficou curioso, seguem dois links de vídeos de duas ótimas bandas queer. Diferente do esteriótipo, é sempre bom lembrar que existem mais coisas que definem um gay do que o que a TV nos
mostra.

Pansy Division - That's So Gay






Pra quem gostou das músicas, os links podem te ajudar.
FikaDika.



Fonte: O Grito

Comment (1)

Muito interessante esse blog, to no meu segundo semestre de arquivologia e gostei do conteúdo por não ser tão abordado quanto outros temas.

Postar um comentário